16 Julho, 2017

HELP # A ENTRADA NA FACULDADE

uma das épocas mais importantes das vossas vidas está prestes a começar!

 

É nesta altura do ano que os exames para entrar na faculdade estão a decorrer, pelo menos a segunda fase, e sei, por experiência própria, o quão nervosos andamos nesta altura e toda a pressão que é posta em cima de nós tanto pelos outros como por nós próprios para cumprirmos os nossos objectivos. Por isso, devido a esta época, decidi falar-vos um pouco da minha experiência e quem saiba ajudar naquilo que vos tem “atormentado” ultimamente no que toca a esta nova fase da vossa vida.

 

Em primeiro lugar, quando transitamos do nono ano para o secundário, temos que fazer uma escolha que vai influenciar todo o nosso percurso escolar a partir daquele momento, sendo que a minha escolha passou por Línguas e Humanidades, sempre quis aprender a falar mais línguas, gosto muito de Português assim como de História, achei que era a opção ideal para mim e posso dizer que não me arrependi de todo. É na altura do secundário que estabelecemos realmente o que queremos fazer para “o resto da nossa vida”, os professores acabam por nos marcam imenso nesta altura assim como toda a turma com quem convivemos diariamente, posso dizer que foram três anos inesquecíveis e que daria tudo para voltar a repetir cada momento, tive a sorte de fazer grandes amizades que ainda hoje me acompanham e pude moldar a minha personalidade e preparar-me para uma época tão importante como a faculdade.


Chegou a altura de realizar os exames e a minha média era razoável mas, infelizmente, espalhei-me ao comprido – como dizem – nos exames e tive notas inesperadas e que em nada correspondiam ao meu esforço e estudo. Com as notas miseráveis a entrada na faculdade ficou muito dificultada e eu sabia que queria ser Educadora de Infância, sempre tive esse bichinho devido às minhas educadoras e era quase sempre eu que ficava a tomar conta dos coleguinhas no colégio porque sempre me acharam mais adulta e era um pouquinho bossyahaha!. Dito isto, não consegui entrar na faculdade naquele ano, para muita tristeza minha e decidi ter explicações em jeito de preparação para os exames e passei vários meses a estudar, esforcei-me mil vezes mais, eu tenho noção disso, e a conclusão não podia ter sido mais positiva: entrei na faculdade no curso que queria mas em pós-laboral, não entrei no regime diurno por uma décima!


superline

 

Quanto ao pós-laboral, confesso que na altura nem fiquei assustada, a minha felicidade era tanta por ter entrado na faculdade que nem queria saber de mais nada, só não queria desiludir mais os meus pais e tive apenas medo que não gostassem muito da ideia mas tudo se resolveu da melhor forma. Eu já tinha carta de condução, apenas faltava o carro, carro esse que me foi prometido assim que entrasse na faculdade e foi isso que aconteceu, recebi o carro e em Outubro já ia e vinha sozinha de carro para a faculdade até porque a distância não era muita. Não demorei muito a habituar-me ao regime pós-laboral, aliás, actualmente acho que foi o melhor que me podia ter acontecido visto que é um regime completamente diferente e acho que é o mais indicado para mim visto que tenho o dia todo para fazer as minhas coisas – eu prefiro 1000x mais preparar-me para trabalhos e frequências de manhã que de noite -, e por volta das cinco da tarde tenho aulas.


Agora a parte séria, a faculdade em si! Antes de mais posso dizer que é muito trabalhoso, temos que estudar mais do que talvez estivéssemos habituados, temos muitos mais trabalhos e apresentações a realizar e sobretudo o meu curso, que é um curso super trabalhoso, é preciso organização e é preciso saber estabelecer prioridades mas é, definitivamente, uma das melhores épocas pelas quais podemos passar, é um ambiente completamente diferente. Fiz amigas que sei que vou levar para a vida, tenho muito a agradecer às minhas pestinhas, e como participei nas praxes ganhei afilhadas e amigas para a vida também, tenho pessoas incríveis do meu lado e agradeço muito por estarem na minha vida e pela amizade acima de tudo. Mas okok, vamos lá falar sobre o que é a faculdade mesmo… Nós acabamos por mudar um pouco com a faculdade, ganhamos mais aquele senso das responsabilidades, temos mais pressão em cima dos nossos ombros para conseguir concluir todas as unidades curriculares com sucesso para que nada fique para trás e é normal que as vossas notas baixem um pouco no início visto que é um ambiente diferente e completamente novo, mas vão ver que com um pouco de esforço conseguem ter a média que querem, há imensos trabalhos de grupo – há que saber lidar com todo o tipo de personalidades – e isso é uma das coisas que exige mais de nós nesta época.


superline

 

Além disso, quando chega a hora de escolher a faculdade e o curso, tentem aconselhar-se com familiares ou amigos que estejam na faculdade, é uma das melhores coisas a fazer, eles têm já alguma experiência e vão saber aconselhar-vos. Vão conhecer imensas pessoas novas e mantenham uma mente aberta a isso, sem nunca esquecer quem são os vossos amigos feitos no secundário. Vão encontrar professores com os quais não se vão identificar de todo mas, por outro lado, vão também conhecer professores que vos vão marcar e que vão tornar a experiência da faculdade mil vezes melhor, falo por experiência própria, acreditem. Relaxem, concentrem-se no que têm para fazer, estabeleçam objectivos, entrem com o pé direito e acima de tudo, façam tudo o que está ao alcance para conseguir concretizar esses vossos objectivos e metas de vida. Boa sorte!

 

 

_
ph via pinterest

 




TEMA: coach diary

One thought on "HELP # A ENTRADA NA FACULDADE"

  1. Ana Sofia diz:

    A minha altura chegou agora! Para a semana já começam as candidaturas à primeira fase, aiiii 😡
    Beijinhos,
    Blog An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook
    Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *